Jovem tenta fugir da PM, mas é preso com dinheiro e droga no bairro Aeroporto

Um jovem foi detido no bairro Aeroporto com drogas e mais de mil reais em dinheiro de procedência duvidosa. O autor tentou fugir, mas foi detido dentro de uma residência. De acordo com o registro da Polícia Militar (PM), uma viatura fazia patrulhamento pelo bairro quando os militares avistaram o jovem, que já é conhecido no meio policial. Os militares solicitaram que o suspeito parasse para ser revistado, mas o mesmo fugiu e entrou em uma residência. A proprietária do imóvel autorizou a entrada dos policiais que conseguiram localizar o jovem e detê-lo. Durante busca pessoal os militares encontraram R$1.359 (mil trezentos e cinquenta e nove reais) em dinheiro no bolso da bermuda. O autor disse aos militares que havia jogado uma sacola no quintal ao lado da residência em que estava. No local citado os militares encontraram a referida sacola com um pequeno tablete de maconha. O jovem foi preso e levado para a Delegacia de Polícia Civil, no bairro Safira, onde assumiu o compromisso de comparecer ao Juizado Especial da Comarca de Muriaé em data estabelecida no Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

Fonte e fotos – radio Muriaé

Preço médio da gasolina sobe pela 11ª semana seguida e gera protestos

Um protesto ao aumento do preço da gasolina nos postos em Muriaé, vários motoristas e motociclistas percorreram vários postos de combustíveis da cidade para abastecer valores ínfimos em protesto contra os aumentos da gasolina.
Durante o percurso houve buzinaço pelos veículos que participaram do movimento visitando diversos postos da cidade abastecendo quantidades irrisórias de gasolina, ao preço de R$0,50 e exigindo o cupom fiscal em protesto ao preço da gasolina adotado pelos postos de combustíveis

Investimento na segurança do município de Muriaé e anuncia fim do Sistema Integrado de Transporte Coletivo Urbano

foto – assessoria de imprensa da prefeitura de Muriaé

A Prefeitura de Muriaé cedeu dez rádios transceptores digitais portáteis de alta tecnologia para a Polícia Militar. A entrega dos aparelhos, que têm capacidade para emitir e receber sinal, foi realizada pelo prefeito Grego ao comandante do 47º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Joedson, na manhã de quinta-feira (11), no Centro Administrativo. Os equipamentos vão proporcionar mais segurança e qualidade na comunicação entre os policiais e são mais um investimento da Administração na segurança pública de Muriaé. O tenente-coronel Joedson disse que a tecnologia aliada à segurança pode trazer resultados positivos no combate ao crime em Muriaé e região. “A meta da Polícia Militar é democratizar a comunicação entre nossos integrantes em todos os 18 municípios que o Batalhão abrange. Com isso, pretendemos facilitar o trabalho do policial no combate à criminalidade. A falha nesse procedimento pode propiciar a fuga de criminosos durante ações policiais. O sucesso da comunicação possibilita prestarmos um serviço efetivo à comunidade”, disse. Recentemente, a Prefeitura cedeu um equipamento tecnológico de monitoramento à Polícia Civil. Além disso, apoia o Programa de Videomonitoramento e mantém repasses mensais para as polícias Militar e Civil, Tiro de Guerra e Corpo de Bombeiros. E chegou ao fim o sistema integrado de ônibus

Pesquisa comprova que vírus da Zika mata células cancerígenas do cérebro

Pesquisa da Unicamp vê no vírus da zika possível tratamento contra câncer

Pesquisadores do laboratório Inovare, da faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), descobriram que o vírus da Zika pode ajudar a tratar pacientes com câncer no cérebro, conforme trabalho divulgado recentemente. Diante da constatação de que o vírus mata células do cérebro em recém-nascidos, mas não em adultos, eles decidiram fazer um teste que foi o marco da pesquisa. Eles infectaram com o zika células com “Glioblastoma”, o tumor maligno de cérebro mais comum que existe. “É um tumor muito agressivo, na escala de um a quatro é nível quatro. Provoca dores de cabeça, desmaios, convulsões”, explicou o neurologista Luís Belini. Depois das descobertas em laboratório, os próximos passos são as análises em animais e seres humanos. De acordo com os pesquisadores, será possível desenvolver desde uma terapia com o vírus a uma vacina para tratamento então do câncer no cérebro.

Fonte: agencia saúde

Seguro-desemprego tem reajuste de 2,07% e maior parcela passa a R$ 1.677,74

imagem ilustrativa

Os trabalhadores demitidos há até cinco meses e que ganhavam mais de um salário mínimo receberão mais dinheiro do seguro-desemprego. O valor do benefício superior ao mínimo foi reajustado em 2,07%, equivalente à variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano passado. A partir de agora os trabalhadores demitidos há até cinco meses e que ganhavam mais de um salário mínimo receberão mais dinheiro do seguro-desemprego. O valor do benefício superior ao mínimo foi reajustado em 2,07%, equivalente à variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano passado. Com o aumento, o teto mensal do benefício subirá de R$ 1.643,72 para R$ 1.677,74, diferença de R$ 34,02.
O piso do seguro-desemprego equivale a um salário mínimo, que passou de R$ 937 para R$ 954 em 1º de janeiro, alta de 1,81%. Para quem recebia mais que o mínimo, o valor do seguro-desemprego é calculado com base em três faixas salariais. O segurado demitido que ganhava até R$ 1.480,25 recebe 80% do salário médio limitado ao salário mínimo. De 1.480,26 a R$ 2.467,33, o valor equivale a R$ 1.184,20 mais 50% do que exceder R$ 1.480,25. Quem ganhava mais que R$ 2.467,33 recebe o teto de R$ 1.677,74. Pago aos trabalhadores dispensados sem justa causa com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), o seguro-desemprego é calculado sobre a média do salário dos três meses anteriores à demissão. Se o empregado tiver sido demitido antes desse período, o benefício é definido com base na média de dois meses ou um mês. O pagamento é limitado a três, quatro ou cinco parcelas, dependendo do período trabalhado antes da demissão.

Decreto de Temer elimina 60,9 mil cargos públicos federais

A assessoria do Palácio do Planalto informou que o presidente Michel Temer assinou decreto que extingue 60,9 mil cargos efetivos vagos ou que ficarão vagos na “administração pública federal direta, autárquica e fundacional”. Segundo o Planalto, o decreto foi publicado no “Diário Oficial da União”. O decreto também veda a abertura de concurso público para determinadas funções. No caso de concursos em andamento, a medida barra vagas além das previstas nos editais. Os órgãos e entidades públicas terão até 19 de fevereiro para informar o Ministério do Planejamento sobre os concursos abertos que envolvem os cargos englobados pelo decreto do governo federal. De acordo com o Ministério do Planejamento, a iniciativa contribui para tornar a arquitetura de cargos e carreiras mais adequada às necessidades atuais e futuras da administração pública. Na relação de cargos que serão afetados pelo decreto constam funções como operador de caldeira, tratorista, datilógrafo, editor de vídeo tape, digitador, operador de máquina copiadora, inspetor de café e classificador de cacau.

Mato causa transtornos aos moradores do Bairro Planalto

As redondezas da Quadra Poliesportiva do bairro Planalto estão rodeadas por mato alto. A situação fica ainda mais complicada por causa de entulhos ali depositados. O cenário traz perigo à população devido ao acúmulo de água, proliferação de mosquitos, odor e insegurança. Os moradores destacam que as crianças são as mais prejudicadas porque têm dificuldade para dormir à noite por conta dos mosquitos e de brincar na rua por medo dos bichos que podem sair dos matos, bem como de picadas. “A gente se sente quase humilhada, desprezada pela Prefeitura, que prometeu resolver o problema e até hoje nada”, destaca uma das moradoras, identificada por Dona Sônia.

Vistoria do Transporte Escolar começa dia 29 de janeiro; requerimento já pode ser feito

Antes da vistoria o interessado deve pegar o requerimento, juntar documentação e pagar taxas (Foto: Demuttran)

O Departamento Municipal de Transporte e Trânsito de Muriaé – Demuttran divulgou portaria com os detalhes sobre os procedimentos a serem tomados pelos permissionários do Transporte Escolar na cidade a fim de obter o Alvará 2018. Representantes do órgão informaram que os 40 veículos contratados pela Prefeitura para prestar o serviço na zona rural e os cerca de 20 particulares que atuam no perímetro urbano devem fazer a renovação do documento. A data oficial para fazer o requerimento é 26 de janeiro, mas o pedido já pode ser feito junto ao órgão, que fica no Centro Administrativo.É necessário apresentar os seguintes documentos: documentação do veículo, CNH categoria D, Certidão de Antecedentes Criminais (do motorista e do auxiliar), documentos pessoais do auxiliar, certidão que não cometeu infração grave ou gravíssima no trânsito nos últimos 12 meses e curso especial para transporte escolar. Em seguida o permissionário deverá pagar Taxa de Vistoria no valor de R$65, Taxa de Renovação do motorista que custa R$50, Taxa do auxiliar também R$50 e a ainda a Taxa Renovação ao Alvará no valor de R$50. Após a apresentação dos documentos e pagamento das taxas o motorista deverá apresentar o veículo para a vistoria entre os dias 29 de janeiro e 2 de fevereiro, das 8h às 11h, em frente o Centro Administrativo. Em caso de dúvida o interessado deve entrar em contato com o Demuttran pelo telefone (32) 3696-3338. O Demuttran orienta pais e responsáveis a exigir o Alvará 2018 para o motorista no momento que contratar o serviço de transporte escolar de seu filho, pois assim estará combatendo o transporte clandestino e garantindo a segurança da criança.