Aécio refuta ‘pecha’ de fisiologismo e diz que PSDB sairá do governo Temer ‘pela porta da frente’

Aécio Neves sinaliza desembarque do PSDB do governo Temer

O senador Aécio Neves (MG), presidente afastado do PSDB, afirmou durante convenção em Belo Horizonte, que o partido deverá, em breve, sair do governo Michel Temer. Ele defendeu, porém, que a sigla defina o momento certo para o desembarque. A declaração de Aécio vem em um momento de turbulência interna no PSDB. O senador tucano destituiu da presidência interina do partido o colega parlamentar Tasso Jereissati (CE). Horas depois, Tasso afirmou que os dois têm diferenças “muito profundas”, entre elas o “comportamento político, comportamento ético, visão de governo, fisiologismo”. Ao comentar a fala de Tasso, Aécio Neves refutou o que chamou de “pecha” que, segundo ele, querem colocar no PSDB, de que a permanência no governo Temer se dá por fisiologismo. “Vejo também uma falsa discussão nesse momento como se a questão central para o PSDB fosse sai ou não sai do governo, sai amanhã ou sai depois de amanhã do governo. Essa é uma falsa questão que só serve, na verdade, a interesses de uma eleição interna [para presidente do partido]”, disse Aécio.

  1. Marcos Mota Autor do post

    Um bandido desse pensa que tem voz altiva deveria estar era preso e um partido que tem Aécio Neves como filiado jamais poderá sair por qualquer porta da frente

  2. Mariano Autor do post

    deveria investigar a variação de patrimônio dos Juízes que vendem sentenças, assim como dos seus familiares, para verificar si o mesmo condiz com os salários percebidos nos últimos dez anos. Precisamos limpar de CORRUPTOS o Poder Judiciário.

  3. Mariano Autor do post

    A Câmara de Deputados custa R$ 5 Bilhões de Reais. Queremos ver reduzir estes gastos ANTES de mexer na PREVIDÊNCIA. O Senado Federal custa 12 Bilhões de Reais ao ano, o Poder Executivo custa 7 Bilhões de Reais. Queremos ver reduzir estes gastos ANTES de mexer na PREVIDÊNCIA. Estamos de olhos nos senhores para a próxima eleição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *