Minas Consciente avalia colocar academias e clubes em ondas de flexibilização

Após passar por remodelação na semana passada, o plano Minas Consciente, que orienta as prefeituras em relação ao funcionamento do comércio e outros serviços na pandemia, fará reavaliações de algumas atividades, a partir de estudos pautados em critérios técnicos e epidemiológicos.Em coletiva virtual desta quinta-feira (13/8), o secretário de Estado adjunto de Saúde, Marcelo Cabral, explicou algumas reavaliações a serem propostas pela equipe de estudos do plano, formada por profissionais das secretarias de Estado de Saúde (SES-MG) e de Desenvolvimento Econômico (Sede).
“O grupo executivo que supervisiona o Minas Consciente fará uma reavaliação dos setores de academias, atividades de ensino esportivo e clubes, na próxima quarta-feira (19/8). O objetivo é que tenhamos propostas de enquadramento desses setores nas ondas atuais que estruturam o plano”, anunciou Cabral.
O secretário de Estado adjunto de Saúde também informou sobre a possível inclusão de leitos da rede de saúde suplementar nas avaliações realizadas pelo Minas Consciente, iniciativa que ainda depende de estudos técnicos da SES-MG.
“Sob a ótica do Sistema Único de Saúde (SUS), as entidades filantrópicas e sem fins lucrativos integram a rede de saúde complementar. Atuando de maneira suplementar ao SUS, temos os planos e seguros privados. Diante desses conceitos, a deliberação 78 do Comitê Extraordinário passa a permitir a realização de um estudo para uma possível inclusão de leitos da saúde suplementar no Minas Consciente. Isso possibilitará uma retomada mais consistente das atividades econômicas”, explicou o secretário.

Fonte : Rádio Itatiaia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *