Governo fará enquete sobre o fim do horário de verão

imagem ilustrativa

A continuidade da aplicação do horário de verão será uma decisão da Presidência da República. Após a conclusão de estudos que mostram que o horário de verão não proporciona economia de energia, o Ministério de Minas e Energia (MME) decidiu encaminhar a questão para instâncias superiores. Prevendo polêmica, já que o assunto divide opiniões e tem amantes e detratores, o governo estuda fazer uma enquete nas redes sociais para deliberar sobre o assunto. O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, evitou dar um posicionamento prévio. O presidente Michel Temer é quem vai bater o martelo sobre a questão, segundo apurou o Broadcast. Se vigorar neste ano, o horário de verão começa em 15 de outubro e termina em 17 de fevereiro.

<

Governo de Minas atrasa pagamento da 2ª parcela dos salários

Servidores do governo de Minas Gerais não receberam a segunda parcela de seus salários. Por meio de nota, a Secretaria de Estado de Fazenda (SEF) admitiu o atraso nos depósitos. “Apesar do esforço do governo estadual em cumprir o organograma da escala de pagamentos, não foi possível depositar, na última quinta-feira, 100% dos valores referentes à segunda parcela dos salários dos servidores do Executivo, em função de fluxo de caixa insuficiente”, disse a pasta. O parcelamento dos salários ocorre desde fevereiro de 2016. As remunerações de até R$ 3.000 são pagas integralmente, os vencimentos de até R$ 6.000 são pagos em duas parcelas e, os servidores que recebem acima desse valor têm o pagamento parcelado em três vezes. “É um absurdo essa situação. Enquanto isso, servidores do Legislativo e do Judiciário recebem em dia e com reajustes”, afirmou um servidor.

<

Bairro Santa Laura, na cidade de Muriaé: Plantão de Atendimento nos finais de semana e feriados!!!

Venha conhecer o Bairro Santa Laura e apaixone-se pelo projeto. O Plantão de Atendimento espera por você todos os dias das 8h às 18h. Fica logo ali no centro, na Avenida Coronel Domiciano, número 12.

Você também pode ir no próprio loteamento conhecer o futuro lar da sua família com Plantão de Atendimento aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 18h. O Bairro Santa Laura fica em frente ao SESC Muriaé e ao lado do campo do Nacional, na BR-356.

O bairro está pronto para construir, mas com preço de loteamento na planta. Você pode comprar um lote por R$ 299,68 mensais. Não quer construir? O Bairro Santa Laura também possui casas prontas e financiadas pela CAIXA. Venha morar no melhor bairro de Muriaé e região.

O loteamento conta com uma área de lazer completa com academia ao ar livre, pista de caminhada, playground e área verde. A infraestrutura que você e sua família merecem para viver bem e com qualidade de vida!

LIGUE PRA GENTE: (32) 3511-3108/(32) 98882-0222

Informe Publicitário.

<

Entorno da Lagoa da Gávea será revitalizado e ganhará praça de lazer

Data de início das obras não foi divulgada (Foto: Divulgação Prefeitura de Muriaé)

A Lagoa da Gávea passará por um projeto de revitalização no seu entorno e o espaço será transformado em uma praça de lazer. Na última semana o projeto da Prefeitura de Muriaé foi apresentado ao Conselho Municipal de Defesa e Conservação do Meio Ambiente (Codema) e aprovado por unanimidade por seus conselheiros. De acordo com o divulgado pela prefeitura, a intenção é criar um local de lazer e confraternização para as famílias da cidade. O projeto arquitetônico será construído com recursos próprios do Codema para proteger a reserva ambiental da Gávea. O local é um patrimônio ambiental. A praça ficará ao lado do Grupamento da Polícia Militar do Meio Ambiente e do 2º Pelotão do Corpo de Bombeiros. O Projeto O projeto envolve pista de caminhada com 678 metros de extensão, playground, bancos, luminárias, canteiros e paisagismo. Será cercado por grades para ampliar proteção e receberá um portal de entrada.

Prefeitura de Muriaé

<

Campanha de doação de sangue nesta quarta

Andirce Silva – Esposa do Vereador Devail Correa

Mais uma campanha de doação de sangue de 2017 em Muriaé aconteceu nesta quarta-feira. A coleta foi realizada no Posto Avançado do Hemominas, localizado na policlínica do bairro Safira. De acordo com a coordenadora do serviço de coleta de sangue, Illen Nara, é fundamental que a população participe ativamente da campanha. De acordo com Illen Nara, uma nova Campanha acontecerá no próximo dia 04 de outubro de 2017.

QUEM PODE DOAR: Vale lembrar que, para doar sangue, é preciso ter entre 18 e 67 anos de idade, peso igual ou maior que 51kg, estar com boa saúde e sem feridas ou machucados na boca ou no corpo. No dia da doação, é necessário que o doador tenha dormido durante a noite e feito apenas refeições leves e não gordurosas. Além disso, deve-se evitar exercícios físicos e o consumo de cigarros e bebidas alcoólicas. Pessoas que tenham colocado piercing, feito tatuagem ou realizado exame de endoscopia só podem doar sangue após 12 meses. Já quem tem ou teve doenças como hepatite (após os 11 anos de idade), diabetes, hanseníase (lepra), doença de chagas, malária, AIDS e câncer, faz ou já fez uso de drogas ilícitas e/ou mantém relações sexuais de risco não podem participar das campanhas de doação.

fotos e apoio: tribunademuriaé

<

Câmara rejeita mudar sistema eleitoral atual para o ‘distritão´!

Imagem mostra os deputados reunidos no plenário para discutir a reforma política (Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

A Câmara dos Deputados rejeitou a proposta que transformava o atual sistema eleitoral no “distritão” em 2018 e no “distrital misto”, em 2022. A mudança valeria para escolha de deputados e vereadores. Pelas regras atuais, deputados federais, estaduais e vereadores são eleitos no modelo proporcional com lista aberta. A eleição passa por um cálculo que leva em conta os votos válidos no candidato e no partido. Esse cálculo chama quociente eleitoral. O modelo permite que os partidos se juntem em coligações. Pelo cálculo do quociente, é definido o número de vagas que cada coligação terá a direito, elegendo-se, portanto, os mais votados das coligações. Pelo “distritão”, cada cidade ou estado passaria a ser considerado um distrito e seriam eleitos os candidatos a vereador e a deputado que recebessem mais votos. Após meses de negociações, o texto foi colocado em votação no plenário mesmo sem consenso entre as legendas. A proposta teve o apoio de PMDB, PP, PTdoB, PSDB, PSD, DEM, Pode e SD. Partidos como PT, PR, PSB, PRB, PDT, PTB, PROS, PSL, PCdoB, PPS, PHS, PV, PSOL e PEN orientaram as bancadas a votar contra o texto.

<