Presídio de Carangola passa por melhorias a partir da mão de obra carcerária

 PRESIDIO de Carangola, na Zona da Mata mineira, passa por obras de ampliação e melhorias, com previsão de término até maio deste ano.Aproximadamente 20 detentos da própria unidade trabalham, há cerca de dois anos, na construção de celas, muralha, passarela, pátio e salas operacionais e administrativas. A execução não onerou o Estado, pois a mão de obra é integralmente carcerária e os recursos utilizados foram obtidos por meio de verbas pecuniárias. A partir das edificações, a capacidade do presídio crescerá 40%, com a criação de 24 novas vagas. Atualmente, elas somam 60. Outra preocupação da diretoria é com a segurança no espaço: um paredão que vem sendo construído impedirá o acesso dos pavilhões ao pátio. Além disso, todo o prédio está se adequando às normas de acessibilidade, recebendo estruturas como rampas para cadeirantes. A reforma teve início em 2018, quando foi levantado o pátio para banho de sol. Já em outubro de 2019, foram entregues uma portaria, um almoxarifado, uma área de inspetoria, um local para vistoria de alimentos e dois ambientes destinados à revista de visitantes, sendo um feminino e um masculino. No momento, efetua-se a implantação de quatro celas e de uma passarela que liga dois muros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.